A LUTA REVOLUCIONÁRIA PELA IGUALDADE SUBSTANTIVA PARA ALÉM DO CAPITAL

Lênin Tomazett Garcia, Anita C. de Azevedo Resende

Resumo


Este artigo versa sobre a produção de um dos filósofos mais importantes no âmbito do marxismo, o pensador húngaro István Mészáros. O objeto de estudo deste trabalho foi o conceito de igualdade em Mészáros. Enfatiza-se como o conceito de igualdade, tal qual Mészáros desenvolve, tanto no conjunto de sua obra, como em textos mais específicos, ilumina a lógica interna de seu pensamento, tributário ao próprio Karl Marx, e por isso mesmo, de forma revolucionária, arquiteta internamente à sua elaboração, a tensão entre o lógico e o histórico no curso do método materialista-dialético, na perspectiva de uma sociedade para além do capital.


THE REVOLUTIONARY STRUGGLE FOR SUBSTANTIVE EQUALITY BEYOND CAPITAL

This article is about the production of one of the most important philosophers in the scope of Marxism, the Hungarian thinker István Mészáros. The object of study of this work was the concept of equality in Mészáros. It is emphasized that the concept of equality, as Mészáros develops, both in his work as a whole, and in more specific texts, illuminates the internal logic of his thought, tributary to Karl Marx himself, and for this very reason, to a revolutionary way, it architects internally to its elaboration the tension between the logical and the historical in the course of the materialistic-dialectic method, so as to contemplate a society beyond the capital.

 


LA LUCHA REVOLUCIONARIA POR LA IGUALDAD SUSTANTIVA MÁS ALLÁ DE CAPITAL

Este artículo trata de la producción de uno de los filósofos más importantes en el ámbito del marxismo, el pensador húngaro István Mészáros. El objeto de estudio de este trabajo fue el concepto de igualdad en Mészáros. Se enfatiza que el concepto de igualdad, tal como lo desarrolla Mészáros, tanto en el conjunto de su obra, quanto en textos más específicos, ilumina la lógica interna de su pensamiento, tributario por el propio Karl Marx, y por esta misma razón, de manera revolucionaria, arquitecta internamente a su elaboración la tensión entre lo lógico y lo histórico en el curso del método materialista-dialéctico, para contemplar una sociedad más allá del capital.


Palavras-chave


Igualdade; Igualdade Formal; Igualdade Substantiva

Texto completo:

PDF

Referências


ANTUNES, Ricardo. Os sentidos do trabalho: ensaio sobre a afirmação e a negação do trabalho. 5ª edição. São Paulo, Boitempo, 2001.

FERNANDES, Florestan. A Revolução Burguesa no Brasil: ensaio de interpretação sociológica. 5ªedição. Ed.: Globo, São Paulo, 2005.

MARX, Karl. Elementos fundamentales para la crítica de la economia política. (Grundrisse)1857-1858. Vol. I. 14ª Edição. Tradução: José Aricó, Miguel Murmis e Pedro Scaron. Ed.: Siglo XXI, San Ángel, 1986.

MÉSZÁROS, István. Para além do Capital: rumo a uma teoria da transição. Tradução de Paulo Cezar Castanheira e Sérgio Lessa. Ed.: Boitempo, São Paulo, 2006a. Total de páginas: 1102.

_____. A teoria da alienação em Marx. Tradução de Isa Tavares. Ed. Boitempo, São Paulo, 2006b. Total de páginas: 293.

_____. Estrutura social e formas de consciência: a determinação social do método. Tradução de Luciana Pudenzi, Francisco Raul Cornejo, Paulo Cezar Castanheira. Ed. Boitempo, São Paulo, 2009. Total de páginas: 309.




DOI: http://dx.doi.org/10.29404/rtps-v3i5.3817

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Grupo de Pesquisas Sobre Trabalho, Política e Sociedade (GTPS)

Rua Savero José Bruno, S/N – Moquetá – Nova Iguaçu – RJ – CEP: 26285-021
URL:  http://trabalhopoliticaesociedade.blogspot.com.br/ 
E-mail: rtps@ufrrj.br