Apresentação

O curso de Medicina Veterinária da UFRRJ enfrenta o desafio de ser o curso mais antigo e tradicional do Brasil, e ao mesmo tempo buscar a atualização de sua estrutura pedagógica e a modernização da infraestrutura destinada a formação de aproximadamente 120 médicos veterinários por ano. A atual Coordenadora do Curso de Graduação é a professora Miliane Moreira Soares de Souza, graduada em Medicina Veterinária pela Rural em 1992.

O curso funciona dentro da estrutura do Instituto de Veterinária, cujo diretor é o professor Zelson Giácomo Loss, também egresso da casa na turma de 1972, que atua na área de clínica de grandes animais. Atualmente, são 606 estudantes regularmente matriculados e um conjunto aproximado de 130 professores, mais de 90% doutores, contribuindo com suas diferentes habilidades e competências para a formação do profissional de Medicina Veterinária.

A implantação da nova matriz curricular, resultado de um esforço conjunto da Coordenação do Curso e do Colegiado de Graduação, representa a principal mudança na estrutura pedagógica do Curso. A implantação do Estágio Curricular Supervisionado de caráter obrigatório, das Atividades Acadêmicas e Complementares, a maior inserção da área de Saúde Pública, e a flexibilização através da redução da carga horária de disciplinas obrigatórias e do aumento de disciplinas optativas, que permite ao estudante direcionar aspectos de sua formação generalista, são os principais benefícios advindos da mudança curricular no Curso. Estas mudanças pretendem consolidar o perfil de egresso proposto no Projeto Pedagógico do Curso que é o de “um profissional médico veterinário com formação que lhe permita atuar na promoção, proteção e recuperação da saúde animal, tanto em nível individual quanto coletivo, participando desta forma da geração de riquezas, da promoção e proteção à saúde humana através do aumento da produção e produtividade animal e do controle de enfermidades transmissíveis ao homem”.

Dentre as ações que irão contribuir para a consolidação do ensino de qualidade desejado, ao dinamizar a implantação de metodologias diferenciadas no Curso, destaca-se a implantação do Programa de Educação Tutorial (Grupo PET – Veterinária), subsidiado pela SESU/MEC, e do Núcleo de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão em Medicina Veterinária (NAEPE-MV), o qual constitui um lócus para a maximização das iniciativas de discentes e docentes do curso que contribuam para a realização da missão da universidade nos aspectos científicos, técnicos, culturais e humanísticos.