Dicas
Netiqueta - Dicas Importantes
Resposta: Solicitamos que sejam observadas as regras de NETIQUETA abaixo para que não prejudiquemos àqueles que necessitam desta comunicação.



Alguns Conselhos Úteis para comunicar-se na Internet:

- Nunca se esqueça de que há pessoas do outro lado da linha.


- Sendo toda sua interação com a rede realizada através de um equipamento impessoal como é o computador, é fácil esquecer que existem pessoas do "lado de lá" e se expressar de forma mais livre do que você faria se estivesse frente-a-frente com elas.


- Portanto, se você está aborrecido com algo ou com alguém, reflita sobre o assunto antes de tomar uma decisão. Tente não dizer para alguém nada que você não diria pessoalmente, face-a-face, em uma sala repleta de gente.


- Seja cuidadoso com o que fala para e sobre os outros. Você não é a única pessoa que se comunica na Internet; mais alguns milhões de pessoas também o fazem. Portanto, pense bem antes de enviar mensagens com informações pessoais para newsgroups, listas de discussão ou mesmo para endereços particulares.


- Se o conteúdo de sua mensagem for de caráter exclusivamente pessoal e particular, considere outros meios, que não correio eletrônico, para comunicar-se com o seu interlocutor.


- Sem a inflexão da voz e a linguagem corporal existentes nas comunicações face-a-face, comentários bem humorados do autor podem ser mal interpretados nas comunicações eletrônicas. Para compensar esta falta de visualização, a rede desenvolveu símbolos denominados emoticons ou smilies. Um deles é :-) e significa que a intenção do autor é bem humorada. Use-os com moderação.


- Seja claro, breve e objetivo.A maioria das pessoas na Internet vai lhe conhecer somente através do que e de como você escrever. Portanto, evite erros gramaticais e certifique-se de que o conteúdo é de fácil leitura e compreensão para o seu público alvo.


- Nunca use dez palavras para expressar o que pode ser dito em cinco. Lembre-se de que quanto maior for sua mensagem menos pessoas a lerão.


- Quando fizer menção a uma outra mensagem faça um breve resumo para reavivar na memória do leitor a mensagem original. Para tanto, inclua na sua mensagem as partes essenciais da mensagem referenciada. Não é preciso incluir a mensagem toda!


- Ao enviar mensagens para listas ou newsgroups, esteja certo de que você leu toda a discussão antes de responder, pois pode ser que alguém já tenha dito o que você quer saber.


Use um formato adequado.


- A linha do subject de uma mensagem é essencial para alguém com uma caixa postal abarrotada decidir se vai ou não ler a sua mensagem. Seja claro e conciso ao expressar o assunto da mensagem, evitando títulos vagos ou incompreensíveis.


- "Assinaturas" são informações que podem ser colocadas automaticamente no final de sua mensagem para ajudar os leitores a lhe localizarem. Uma assinatura com nome, telefone e fax é geralmente suficiente. Evite assinaturas longas e grafismos rebuscados que além de serem cansativos em listas, contribuem para congestionar as linhas de comunicação.


- Tente fazer o seu texto em um tamanho genérico, que possa ser lido por todas as pessoas, não importando o tipo de equipamento que elas utilizem. Evite caracteres especiais e insira um máximo de 70 caracteres em cada linha.


- ESCREVER USANDO SOMENTE LETRAS MAIÚSCULAS FAZ SUPOR QUE O AUTOR ESTÁ FALANDO EM VOZ ALTA OU GRITANDO. Portanto, evite!


Enderece corretamente sua mensagem.


- Ao responder uma mensagem, use como endereço do destinatário aquele definido no campo Reply To: da mensagem recebida.


- Observe a existência de outros destinatários no campo Cc: e inclua-os também na sua mensagem.


- Se a mensagem foi recebida de uma lista de discussão, o endereço de Reply normalmente é o da lista. Caso queira responder somente ao autor da mensagem, verifique seu endereço no campo From: do cabeçalho da mensagem recebida.


- Ao subscrever uma lista, certifique-se de que está usando o endereço próprio para subscrição, e não o endereço da lista propriamente dita.


- Evite enviar mensagens para diversas listas ou newsgroups, a não ser que você esteja realmente certo de que é necessário. Neste caso, especifique no campo To: todos os grupos a quem a mensagem foi destinada.


- É comum, depois de pedir informações via news, o solicitante resumir as respostas recebidas e divulgar para que outras pessoas também sejam beneficiadas. A melhor maneira é juntar num mesmo arquivo toda a informação recebida e enviar para os mesmos destinatários do pedido original.


- Retire os cabeçalhos, evite duplicar informações e faça um breve relato explicando do que se trata. Não se esqueça de citar as fontes.


- No caso de arquivos de dados e programas volumosos obtidos através da rede, avise aos potenciais interessados que você os obteve e coloque-os à disposição para cópia, evitando que a rede seja congestionada por múltiplas transferências da mesma informação.


Respeite direitos autorais (copyright).


- Quando você envia alguma coisa pela rede, ela provavelmente é de domínio público, a não ser que você tenha os direitos autorais e especifique isto na mensagem. Cuidado ao enviar artigos, letras de músicas, resenhas de livros ou qualquer outra coisa que seja sujeita a copyright. Evite, dentro do possível, incluir esses tipos de documentos em sua correspondência.


- Se você está usando argumentos para ajudá-lo em sua teoria, diga de onde eles provêm. Não utilize idéias alheias como sendo suas.

- Ao copiar um programa disponível na rede, verifique se o mesmo é de domínio público ou se seu uso implica no pagamento de algum tipo de taxa, como é usual acontecer com programas shareware.


Não divulgue propaganda pela rede


- A Internet cresceu em um ambiente exclusivamente não-comercial e boa parte de suas redes nucleares e satélites continua sendo mantida por órgãos governamentais. Enquanto anúncios e relatórios técnicos de produtos e serviços de interesse da comunidade acadêmica são aceitos com naturalidade, a propaganda com fins puramente comerciais, no estilo de mala direta, é usualmente repelida com veemência e punida com a expulsão do infrator.


Cuidado!


- Divulgar produtos ou serviços é arriscar-se a receber flames. Introduza divulgações no contexto das conversas.


- Enviar divulgação não desejada é uma das formas de spam.


- Em vez de enviar propagandas, use alternativas: endereços de sites nas assinaturas de e-mail, ou participação em listas e endereços na Internet dedicados à divulgação de propagandas.


Spam


- Fazer spam é enviar mensagens por e-mail para dezenas de pessoas, listas ou newsgroups, não importando o assunto da lista, ou o interesse das pessoas destinatárias das mensagens.


- A prática de "spamming" não é um mero fator de aborrecimento para os internautas, pois chega a ser prejudicial: ao espalhar mensagens em diversos pontos de distribuição, muitas pessoas de uma mesma rede podem receber várias cópias, causando a sobrecarga das caixas de e-mail, entre outros transtornos.


- Ao receber mensagens com alertas sobre vírus, correntes de qualquer tipo, histórias estranhas, não passe adiante. Comente com amigos que já tenham mais experiência, com o suporte de seu provedor, ou responsáveis pelo equipamento utilizado.


Seja discreto e comedido ao usar recursos da rede.


- Ao acessar computadores de outras instituições, lembre-se de que usuários locais da instalação podem estar usando o equipamento como ferramenta de trabalho. Portanto, evite fazer uso demandante de recursos durante o horário de expediente da instalação acessada (lembre-se das diferenças de fuso horário).


- Da mesma forma, evite transferir grandes volumes de informação durante as horas de maior uso da rede, para não congestionar as linhas de comunicação de dados. De preferência para horários noturnos, quando a utilização da rede é geralmente menor.


- Antes de executar programas obtidos via rede, certifique-se de que as defesas anti-virus de seu computador estão acionadas.


Arquivos anexados (attachments)


- Envie arquivos anexados apenas quando solicitado, e jamais para listas.


Mais algumas dicas importantes:


- O uso da rede é um privilégio, não um direito. Portanto, não abuse dele. Você é responsável pelas suas ações. Respeite as regras e procedimentos de cada sistema. Lembre-se de que o fato de "poder" fazer determinada ação, não significa que você "deve" fazê-la.
- Inclua sempre o seu e-mail nas suas mensagens para que as pessoas possam entrar em contato com você.
- Se você gostou de algo na rede, faça com que o autor saiba disso.Você também pode dar algumas sugestões.
- Se por acaso você discordar de alguma coisa, discorde educadamente. Tente incluir alguma idéia que há em comum, como por ex.: "Eu concordo com isto... mas discordo de... Na minha opinião... "
- Seja claro e breve nas suas mensagens. Detalhes demais entediam o leitor.
- Use letras maiúsculas apenas para destacar determinado ponto, como títulos e cabeçalhos. Você pode usar **asteriscos*** também.
- Respeite a privacidade dos outros. Se você vai passar informações que não são suas, peça permissão primeiro. Deixe bem claro a origem da sua informação.
- Cuidado com o que você diz a respeito das pessoas. As informações correm facilmente através da rede.
- Jamais mande "flames", ou seja, mensagens agressivas que possam ofender alguém. Às vezes a sua "piada" ou seu sarcasmo pode ser mal interpretado. Com certeza você receberá um "flame" de volta. Uma chuva de "flames" entre duas ou mais pessoas é chamada de "flamewar". "Flamewars" são apenas um desperdício dos recursos da rede, e só aborrecem as pessoas.


Os Dez Mandamentos da Ética na Internet


- Não use o computador para prejudicar as pessoas.
- Não interfira no trabalho de outras pessoas.
- Não se intrometa nos arquivos alheios.
- Não use o computador para roubar.
- Não use o computador para obter falsos testemunhos.
- Não use nem copie softwares pelos quais você não pagou.
- Não use os recursos de computadores alheios sem pedir permissão.
- Não se apropie de idéias que não são suas.
- Pense nas consequências sociais causadas pelo que você escreve.
- Use o computador de modo que demonstre consideração e respeito.

Fontes: EMBRATEL
"Netiqueta - Guia de Boas Maneiras na Internet"
©1997 Novatec Editora
por Maria Alice Soares de Castro

Fazendo o Backup e Restauração do Outlook
Resposta: Todos nós precisamos fazer, pelo menos de vez em quando, um backup dos nossos dados importantes. Isso inclui as nossas mensagens de e-mail. Imagine que você precise trocar de computador ou reformatar o seu disco rígido por algum motivo. Se você não tiver o backup das suas mensagens você perderá tudo.
    É importante notar que o procedimento para o Outlook Express é diferente do procedimento para o Outlook.
Note que a pasta Configurações locais tem o atributo de ocultamento ativada e você não a verá a menos que marque para que o sistema mostre arquivos e pastas ocultas (menu Ferramentas, Opções de pasta, guia Modo de exibição, Pastas e arquivos ocultos, marcar Mostrar pastas e arquivos ocultos). %user% é o seu nome de usuário no sistema e {%clsid%} é um diretório contendo um número gigantesco.

FAZENDO O BACKUP OUTLOOK EXPRESS:

1.MENSAGENS - Vamos começar localizando a pasta onde estão armazenadas suas mensagens. Abra o Outlook, vá em Ferramentas, Opções, aba Manutenção e clique no botão "Pasta de Armazenamento" - nos Windows 98 e Me deve ser algo como "C:\WINDOWS\Application Data\Identities\{3E30AD02-2E12... sua identidade}\Microsoft\Outlook Express". Nas versões 2000 e XP será similar a "C:\Documents and Settings\Seu Perfil (Login)\Configurações locais\Dados de aplicativos\Identities\{717B16E6-7D9A-4C96-... }\Microsoft\Outlook Express".
Sabendo o local das mensagens, abra o Windows Explorer, abra a dita pasta onde Você deve encontrar arquivos com a terminação dbx, que correspondem às suas pastas de mensagens, os mais comuns são "Caixa de Entrada.dbx", "Caixa de Saída.dbx", "Itens Enviados.dbx", etc. Copie todos estes arquivos para sua pasta de backup, no diretório Mail.

2. CONTATOS - Abra o Outlook Express e clique no botão Catálogo de Endereços (o ícone é um livro aberto), o que irá abrir uma janela com todos os seus contatos. Clique no menu Arquivo, em Exportar e Catálogo de Endereços (WAB). Uma pequena janela do Explorer irá mostrar as pastas do disco rígido, devemos então ir até nossa pasta de backup no subdiretório que criamos para os contatos (D:\Oexpress\Contatos) e clicar em Salvar. Se tudo correu bem, recebemos um botão de alerta informando que "O Catálogo de Endereços foi exportado com Êxito para D:\Oexpress\Contatos. Clique em OK e está feito mais este backup.

3. CONFIGURAÇÔES DE E-MAIL - As configurações das contas de e-mail tem de ser exportadas uma a uma, bastando ir no menu Ferramentas, Contas, clique sobre a conta e em Exportar. Indique a pasta que foi criada para estas configurações e em Salvar, repetindo esta operação se Você tem mais de uma conta configurada.

4. REGRAS P/ MENSAGENS E REMETENTES BLOQUEADOS - Deixe esta operação por último porque é preciso mexer no Registro do Windows, para muitos uma caixa preta de informações. Abra o Registro do Windows (Menu Iniciar, Executar, digite regedit e dê ENTER). Procure pela CHAVE "HKEY_CURRENT_USER\Identities\{Seu Número de Identidade}\Software\Microsoft\Outlook Express\5.0\Block Senders". Clique sobre a chave para marcá-la em em Exportar Arquivo do Registro no menu Registro, o que abrirá uma janela do Explorer. Escolha a subpasta que foi criada para Remetentes Bloqueados (Regras), nomeie o arquivo como Rem_Bloq e salve, o Windows acrescenta e terminação .reg automaticamente. Para as Regras para Mensagens, repita esta operação com a chave "HKEY_CURRENT_USER\Identities\{Seu Número de Identidade}\Software\Microsoft\Outlook Express\5.0\Rules\Mail" e o salve na mesma pasta com o nome Regras_Mail.

RESTAURANDO:

1. MENSAGENS - Depois de todo o sistema reinstalado, os programas de internet nativos do Windows (Internet Explorer e Outlook Express) já estarão instalados e funcionando, porém, se Você mantém o sistema atualizado, fazendo regularmente download das atualizações (Windows Update), é quase certo que as versões destes programas não são as mais recentes disponíveis. Portanto, antes de proceder com a restauração dos backups, faça as atualizações necessárias. Com tudo pronto, com o Outlook aberto, clique no menu Arquivo, em Importar e Mensagens, o que abrirá uma caixa para que permite selecionar o tipo de mensagens que deverão ser importados, clique na versão que Você usou para fazer o backup, muito provavelmente Microsoft Outlook Express 6 e em Avançar. Na janela seguinte escolha Importar email de uma pasta de Armazenamento do OE6 e clique em Avançar, nesta fase clique no botão Procurar e navegue até a pasta do seu backup, que no nosso exemplo é "D:\OExpress\Mail\" e faça a importação de todas as pastas e mensagens.

2. CONTATOS - Com o Outlook aberto, clique no ícone do Catálogo de Endereços (o do livro aberto), no menu Arquivo, em Importar e Catálogo de Endereços (WAB). Navegue até o pasta em que os contatos foram salvos, em nosso exemplo é a D:\Oexpress\Contatos\Seunome.wab e proceda com a importação. Se a lista de endereços é muito extensa, é normal que demore um pouco.

3. CONFIGURAÇÕES DE E-MAIL - No Outlook, clique em Ferramentas, Contas e no botão Importar. Navegue até a pasta onde foram salvas as contas de email, do exemplo D:\Oexpress\Contas\ e faça a importação, uma a uma, se há mais de uma conta salva.

4. REGRAS P/ MENSAGENS E REMETENTES BLOQUEADOS - Nesta fase há duas formas de recuperar os arquivos do backup: Abrir o Editor do Registro (veja instruções acima) e clique no menu Registro, em Importar Arquivo do Registro e navegar até a pasta onde eles foram salvos, fazendo a importação. O outro caminho é clicar duas vezes sobre os arquivos que estão salvos, que o Editor do Registro importará as chaves automaticamente.

Pronto, se tudo correu bem, todo o backup foi recuperado.

Backup das mensagens do Outlook 97/2000/XP/2003


Se o seu computador estiver funcionando corretamente, basta abrir o Outlook e seguir o seguinte caminho: Arquivo, Importar e exportar, Exportar para um arquivo, Avançar, Personal folder file (.pst), Avançar, selecione Pastas particulares e marque a caixa "Incluir subpastas", Avançar, clique em Procurar e selecione onde e com que nome você deseja salvar o arquivo de backup. Clique em Concluir para salvar o arquivo de backup.
Já se o seu computador não estiver funcionando corretamente – por exemplo, o Outlook está com problemas e não abre ou o sistema operacional não carrega e você instalou o disco rígido do seu micro como secundário em um outro micro e está fazendo backup de todos os arquivos antes de reinstalar o sistema operacional –, você deverá copiar manualmente o arquivo pst, que é o arquivo que contém as pastas e mensagens do Outlook. No Windows 9x e ME este arquivo fica em C:WINDOWSApplication DataMicrosoftOutlookoutlook.pst. Já no Windows NT, 2000 e XP este arquivo fica em C:Documents and Settings%user%Configurações locaisDados de aplicativosMicrosoftOutlookoutlook.pst. Basta copiar este arquivo para onde você está fazendo o backup (CD-R, Zip disk, rede, etc).

Recuperando o backup do Outlook 97/2000/XP/2003
Para recuperar o backup efetuado, abra o Outlook, vá em Arquivo, Importar e exportar, selecionar Importar de outro programa ou arquivo, Avançar, selecione Personal folder file (.pst), Avançar, clique em Procurar e selecione o arquivo de backup, clique em Avançar para recuperar o backup.
Pesquisa: http://www.forumweb.com.br/foruns/lofiversion/index.php/t23799.html

http://www.clubedohardware.com.br

Acabe com as mensagens incômodas do Windows XP e Vista

Resposta: Não é de hoje que os usuários têm de ficar suportando mensagens de aviso que o Windows cria para alertar os usuários quanto a possíveis riscos e problemas de configuração. Normalmente estas mensagens aparecem em forma de janelinhas pop-up no canto inferior direito da janela, próximo ao relógio do sistema. Alguns não se incomodam, porém tem pessoas que não suportam mais ter de ficar clicando no X para fechar as mensagens. Claro que, as mensagens tem sim sua utilidade, contudo muitos usuários são mais experientes e não querem ficar sabendo “das atualizações que estão desativadas”, “sobre os documentos que foram enviados para a impressora” e outros tantos avisos chatos. Infelizmente a equipe de desenvolvimento do Windows não criou um ícone específico no Painel de Controle para desativar tais mensagens — salvo a exceção do Windows 7 que já tem esta possibilidade. Por isso, quem realmente não quer mais saber dos tais pop-ups, deve seguir um procedimento mais complicado.

Atenção: É altamente recomendado que você crie um ponto de restauração e faça um backup do registro antes de efetuar os passos a seguir.

1) Vá ao menu iniciar e clique na opção “Executar”. Digite “regedit” e pressione Enter. Se você preferir, acesse o comando “Executar” através do atalho “Window + R”.

2) Ao entrar no editor do Registro, procure pela seguinte pasta: HKEY_CURRENT_USER\Software\Microsoft\Windows\CurrentVersion\Explorer\Advanced.

3) Clique no menu “Editar”, entre no submenu “Novo” e selecione “Valor DWORD”.

4) Renomeie este valor para “EnableBalloonTips”.

5) Clique com o botão direito do mouse sobre ele e selecione “Modificar”. Deixe o valor em em “0” (zero) e certifique-se de que o valor está em Hexadecimal.

6) Reinicie o computador



Fonte: http://www.baixaki.com.br/info/2488-acabe-com-as-mensagens-incomodas-do-windows-xp-e-vista.htm

Dicas para você aproveitar melhor a área de trabalho

Resposta: Aproveitar o espaço de uma área de trabalho ao máximo pode simplificar – e muito – o acesso a todo conteúdo de um computador com o menor número de cliques e caminhos possível. Quem tem um monitor wide pode melhorar ainda mais este aproveitamento e praticamente anular a necessidade de uma "exploração geológica" pelos confins do seu PC. Não é uma simples questão de usar todo espaço disponível no desktop ou não usar espaço algum, e sim aproveitar a área ao máximo dependendo do seu perfil de usuário.


Mudando a Barra de Tarefas


Uma primeira dica que pode ser muito útil - mas requer a quebra de um padrão ao qual já estamos muito habituados - é a mudança da disposição da Barra de Tarefas. Ao colocá-la no canto esquerdo ou direito da tela, ganha-se muito mais espaço para ícones de acesso rápido, janelas e barra de sistema.Clique com o botão esquerdo na Barra de Tarefas (em um espaço vazio) e certifique-se que a opção Bloquear a Barra de Tarefas está desmarcada. Agora clique com o botão direito sobre a Barra de Tarefas e arraste-a para o lado que você quer posicioná-la. Solte o botão do mouse quando a disposição for modificada.
Basta clicar na linha externa da barra de tarefas e arrastá-la para ajustar a largura que você quer.
É importante lembrar que pode levar tempo até você se acostumar com este padrão. Logo, vale a pena não desistir no começo. Se, definitivamente, você não gostar, é muito fácil voltar a barra à sua posição original: basta arrastá-la novamente, desta vez para a extremidade inferior da tela.


Fácil acesso na Barra de Tarefas


Você pode adicionar qualquer pasta à Barra de Tarefas. Isso evita a necessidade de ir até o Windows Explorer ou ao Menu Iniciar, por exemplo. Basta clicar com o botão direito do mouse sobre a barra, selecionar Barra de Ferramentas e, no menu expandido, clicar em Nova barra de ferramentas. Indique o diretório que você deseja adicionar.

Instalando novos tipos de letras (fontes)

Resposta: Instalar novas fontes (tipos de letras) em seu computador é uma tarefa extremamente fácil, não importa qual Windows você utiliza (com exceção das versões 98 e 2000 que requerem a reinicialização do computador). Geralmente, as fontes baixadas estão compactadas, portanto, o primeiro passo consiste em descompactar o arquivo que as contém.Agora, confira quais dos arquivos extraídos são realmente fontes clicando duas vezes sobre eles.Feito isso, navegue até a pasta de fontes do Windows, C:\Windows\Fonts (copie e cole esse endereço na barra de navegação do seu Windows Explorer).Abra outra janela, selecione as fontes a serem instaladas e as arraste até a pasta de fontes do Windows. Outra opção é utilizar o famoso Ctrl + C, Ctrl + V (copiar e colar).caso você tenha instalado uma fonte errada ou simplesmente queira apagar alguma que você não gosta, basta selecionar “Excluir” através do menu de contexto (botão direito do mouse) do arquivo selecionado.

Fonte: http://www.baixaki.com.br/info/2351-instalando-novos-tipos-de-letras-fontes-.htm

Segurança: que indícios podem apontar que o computador está com vírus?

Resposta: A melhor maneira de cuidar do seu computador em caso de pequenos problemas é realizar os mesmos procedimentos que fazemos para nos curar de um vírus real. Primeiro analisamos os sintomas, e só então fazemos diagnósticos para aplicar o tratamento correto.

Sintomas

Antes de qualquer ação, é importante que você saiba identificar exatamente o que está acontecendo de errado com o computador. O grande problema é que alguns dos sintomas que possam aparecer podem não ter nenhuma relação com vírus, o que só os diagnósticos poderão certificar.

Em geral, os vírus mais perigosos modificam a estrutura do sistema operacional, danificando arquivos necessários para o bom funcionamento da máquina. Desta forma, o seu sistema começa a se tornar mais lento, instável e nos piores casos simplesmente não é possível iniciar o Windows normalmente.  Desligamento repentino é outro aspecto muitas vezes atrelado a infecções na máquina.Problemas de conexão também podem ser causados por vírus, já que muitos deles fazem uso dela para se propagar pela Internet ou enviar suas informações para outros usuários mal intencionados. Barras de ferramentas instaladas sem o seu consentimento e janelas de propagandas estranhas saltando na tela o tempo todo são alguns dos exemplos mais corriqueiros.

Emails seus enviados para amigos sem que você saiba e mensagens genéricas no Messenger, induzindo outros usuários a clicarem em links falsos também são sintomas evidentes de que o seu computador pode estar infectado.

Diagnósticos e Correção

A melhor maneira de diagnosticar e eliminar as ameaças do seu computador é a partir de um bom programa antivírus. Esses aplicativos têm bancos de dados muito completos para encontrar mais facilmente as pragas conhecidas na Internet, e em geral fazem isso de forma satisfatória.

Se você faz uso de um antivírus gratuito e ainda assim acha que está infectado, uma boa dica é desinstalar o aplicativo e colocar em seu lugar um antivírus pago que contenha um período de testes com todas as suas funções habilitadas, em geral durante um mês.Desta forma, você usa os melhores softwares antivírus durante algum tempo, fazendo então a atualização, análise e remoção de grande parte das ameaças encontradas, o que muitas vezes não acontece com os aplicativos gratuitos. Uma das melhores opções nesse sentido é o Kaspersky. Lembre-se de atualizar totalmente o programa antes de realizar a primeira busca por vírus, que deve ser o mais completa possível.

Danos Irreversíveis

Embora você possa encontrar todos os vírus que estavam causando falhas no computador, em muitos casos pode ser tarde demais para consertá-lo. Nessas situações, é necessário tomar algumas medidas diferentes para que ele volte ao seu estado normal.

Uma boa indicação de aplicativo para reparar o seu registro do sistema e corrigir as falhas causadas pelos vírus é o ComboFix Inicialmente ele pode parecer difícil de usar, mas basta seguir os passos indicados em sua descrição para resolver os problemas do computador.

Se mesmo o uso de programas como esse não derem conta do recado, é interessante tentar restaurar o computador para uma data anterior ao aparecimento dos problemas. Se a medida não funcionar, a última saída pode ser formatar o computador.

Fonte: http://www.baixaki.com.br/info/2711-seguranca-que-indicios-podem-apontar-que-o-computador-esta-com-virus-.htm

Deixe o menu Iniciar mais rápido

Resposta:

  • •Vá em Iniciar > Executar, digite regedit, pressione OK.
  • •Vá em HKEY_CURRENT_USER\Control Panel\Desktop.
  • •Seleccione MenuShowDelay na lista da direita.
  • •Clique com o botão direito do mouse, selecione Modificar e mude o valor para 0 (zero).
Atalhos do Windows

Resposta: Abaixo algumas teclas de atalho do windows para agilizar seu dia a dia:

    • Alt + Enter - Exibe propriedades de arquivo.

    • Alt + Esc - Alterna entre janelas na ordem em que foram abertas.

    • Alt + F4 - Fecha programa.

    • Alt + Tab - Alterna entre janelas de programas abertos.

    • Alt + espaço, depois N ou X - Minimiza ou maximiza janela.

    • Ctrl + Esc - Abre menu Iniciar.

    • Ctrl + F4 - Fecha janela de programa.

    • Ctrl + Z - Desfaz última ação.

    • F1; - Abre a ajuda.

    •F2 - Renomeia o item selecionado.

    •F3 - Realiza pesquisa.

    •Print Screen - Captura tela, para colar em progamas como o “Paint”.

    •Alt + Print Screen - Captura somente janela ativa.

    •Shift - Ao inserir CD-ROM no drive, evita que ele seja reproduzido automaticamente.

    •Shift + Del - Exclui um item sem armazená-lo na lixeira.

    •Shift +F10 - Equivale ao clique com o botão direito do mouse.

    •Shift + Tab - Retrocede entre itens de um documento.

    •Tab - Avança entre itens de um documento.

    •Windows + D - Minimiza ou restaura todas as janelas.

     

Fonte: http://infodicas.com/blog/
Dez dicas para deixar o Windows XP mais rápido

Resposta: Com exceção da primeira, que diz respeito a hardware, as demais dependem apenas de mudanças em determinadas configurações, algumas ocultas dos usuários menos especializados. Nenhuma das dicas abaixo deve causar problemas no funcionamento de segurança, mas é sempre bom manter um backup dos arquivos e documentos mais importantes. Lembre-se ainda que, para realizar alguns passos, é necessário ser o administrador do sistema. Confira:

1)Tenha pelo menos 512 MB de RAM

Para o Windows XP rodar de maneira satisfatória, é necessário pelo menos 512 Mb de memória RAM. Com menos do que isso, o desempenho do sistema operacional deixa a desejar. Memória RAM é um dos upgrades mais baratos que você pode fazer na sua máquina, e o resultado pode surpreendê-lo. Mas tome cuidado para comprar pentes de memória compatíveis com a sua placa-mãe. Obtenha ajuda do fabricante do computador ou de um especialista.

2) Remova os efeitos “especiais”

Por padrão, a área de trabalho do Windows XP é toda incrementada: a seta do mouse e os menus são sombreados, o conteúdo das janelas aparece quando elas são arrastadas e por aí vai. Essas “frescuras” exigem mais do computador. Se você não se importa em ter um desktop sem graça, mas rápido, desabilite esses efeitos:

# Clique com o botão direito no ícone Meu Computador e abra o item Propriedades;

# Na aba Avançado, dentro de Desempenho, clique em Configurações;

# Na aba Efeitos Visuais, selecione a opção Ajustar para obter um melhor desempenho.

3) Desabilite as pastas ZIP

O Windows XP, por padrão, trata arquivos comprimidos no formato ZIP como pastas, mas deixa o sistema mais lento – é melhor utilizar programas como o WinZip e o WinRar. Para desabilitar o acesso direto às pastas ZIP, faça o seguinte:

# Vá em Menu Iniciar -> Executar e digite “regsvr32 /u zipfldr.dll” (sem as aspas).

Você deverá ver uma caixa de texto com a mensagem “DllUnregisterServer em zipfldr.dll teve êxito” como confirmação do registro.

4) Remova aplicativos desnecessários na inicialização

# Abra o Menu Iniciar -> Executar e digite msconfig;

# Vá até a aba Inicializar e desmarque todos os programas que não precisam ser carregados ao ligar o computador.

Cuidado para não desmarcar aplicativos importantes, como o antivírus. Remova somente aqueles que você conhece.

5) Faça uma faxina no disco rígido

# Abra o programa, em Menu Iniciar -> Programas -> Ferramentas do Sistema -> Limpeza de disco;

# Selecione todos os itens que julgar que devem ser apagados. Aproveite e remova programas que você não usa com freqüência.

São necessários 300 MB de espaço livre para o Windows funcionar bem.

6) Desabilite a indexagem de arquivos para busca

O Windows XP, por padrão, monta um arquivo índice de todo o discos rígidos, para acelerar buscas de arquivos. Se você não faz buscas com freqüência, desabilitar esta função vai acelerar o desempenho do seu sistema. Para remover a indexagem de arquivos:

# Abra o item Meu Computador;

# Marque cada um dos seus discos rígidos, clique com o botão direito sobre eles (um de cada vez) e selecione o item Propriedades.

# Na janela que será aberta, desmarque a opção Indexar disco para agilizar pesquisa de arquivo;

# Na janela seguinte, deixe marcado Aplicar as alterações a C:, subpastas e arquivos.

# Se der erro em algum arquivo, clique em Ignorar Todos.

7) Limite o número de fontes

Cada vez que o Windows é inicializado, ele carrega todas as fontes (os tipos de letras). O ideal é que o número não passe de 500, ou o sistema rodará de forma mais lenta. Para remover fontes, vá na pasta C:WINDOWSFonts e mova os arquivos para uma outra pasta (ou até mesmo para um CD-ROM, pra uso posterior). Cuidado para não apagar fontes que você deseja utilizar.

8) Mantenha o sistema sempre atualizado

Faça sempre as atualizações do Windows e mantenha os drivers de seus componentes em dia. Drivers atualizados podem ter um desempenho significativo no sistema. Para atualizar o Windows, vá no endereço http://windowsupdate.microsoft.com/. Para atualizar seus componentes, consulte a documentação e o site dos fabricantes.

9) Tenha cuidado com Spyware e vírus

Além de outros males que estes programas podem fazer ao seu computador, spyware instalado no sistema diminui sensivelmente a velocidade do Windows. Use somente anti-vírus bom na sua máquina e mantenha o em dia. Pare remover spyware, utilize programas como Ad-Aware e o Spybot.

10) Desfragmente o seu disco rígido

Se você costuma instalar e remover programas ou apagar muitos arquivos, faça uma vez por mês uma desfragmentação do disco rígido. Com essa tarefa, o HD organiza os dados no disco, facilitando a sua leitura. Para fazer a desfragmentação, vá em Menu Iniciar -> Programas -> Ferramentas do Sistema -> Desfragmentador de disco. No programa que será aberto, aperte no botão Desfragmentar.

Fonte: http://www.dicasdeinformatica.com/acelerar-o-computador/dez-dicas-para-deixar-o-windows-xp-mais-rapido.html

Desativar a abertura dos arquivos .pdf pelo navegador.
Resposta:

Nem todo mundo gosta de clicar em um link que tenha um arquivo .pdf e ver ele sendo aberto pelo navegador. Felizmente essas pessoas pode configurar o programa para que isso não ocorra só que dependendo do navegador vai pedir para fazer download do arquivo ou vai abrir diretamente pelo Adobe Reader.

Siga os passos abaixo para alterar a configuração do programa:

•Abra o programa Adobe Reader

• Clique em “Editar”(Edit) depois em “Preferências”(Preferences)

•Será aberta uma tela clique em Internet e desmarque o checkbox “Exibir PDF no Navagador”(Display PDF in Browse).

Fonte: http://infodicas.com/blog/

Verificando se um arquivo tem vírus.
Resposta:

Muitas vezes desconfiamos de determinados arquivos. E também quase sempre não confiamos muito na capacidade do nosso antivírus.

Na internet existem diversos sites onde você pode fazer o upload(enviar) do arquivo para que ele seja e no mesmo instante vários antivírus verificam se o arquivo é malicioso.

Se você ainda tem dúvida sobre um dos arquivos que está em seu computador não pecar tempo e acesse um dos sites listados abaixo.

Selecione o arquivo que você deseja que seja analisado e em pouco tempo receberá um relatório com as informações sobre o mesmo.

http://www.virustotal.com
http://virusscan.jotti.org/

Fonte: http://infodicas.com/blog/?paged=3

Como ter acesso ao Portal CAPES?

Resposta:

Para o acesso discado (via modem):

Após conectar o seu provedor (IG, IBEST, Click21, Oi ou outro), vá para o internet explorer e click em Ferramentas, Opções da Internet, Conexões (nesta caixa aparece Configurações rede dial-up e de rede virtual privada) click em Configurações (aparecerá a caixa de configurações do seu discador), marque a opção usar um servidor proxy para esta conexão e coloque o seguinte endereço: ns.ufrrj.br Porta: 3128 click OK! Feche o Internet Explorer. Agora chame qualquer página e veja que aparecerá uma caixa pedindo usuário e senha. Coloque como usuário a sua conta de correio sem a extensão @ufrrj.br e em seguida a sua senha de correio eletrônico padrão fornecida no ato de seu cadastramento. Pronto, você está logado a UFRRJ e pode usar todos os serviços internos da UFRRJ.

Para acesso via Velox ou outro de Banda Larga:

Após conectar o seu provedor (IG, IBEST, Click21, Oi ou outro), vá para o internet explorer e click em Ferramentas, Opções da Internet, Conexões (nesta caixa aparece Configurações rede Local (LAN)) click em Configurações da LAN (aparecerá a caixa de configurações rede Local (LAN)), marque a opção usar um servidor proxy para esta conexão e coloque o seguinte endereço: ns.ufrrj.br Porta: 3128 click OK! Agora chame qualquer página e veja que aparecerá uma caixa pedindo usuário e senha. Coloque como usuário a sua conta de correio sem a extensão @ufrrj.br e em seguida a sua senha de correio eletrônico padrão fornecida no ato de seu cadastramento. Pronto,você está logado a UFRRJ e pode usar todos os serviços internos da UFRRJ. 

DICA: Faça download de um outro navegador (Firefox, Netscape, etc.) e configure exclusivamente para este tipo de acesso.

Endereço do Navegador Firefox:
http://br.mozdev.org/firefox/download.html

 



Ainda esta com dúvida Envie sua pergunta.
© 2010 UFRRJ - Suporte Coinfo | Créditos Desenvolvedor: Coinfo
E-mail: coinfo@ufrrj.br
      Seu endereço ip é: 54.166.122.86